6 boas razões para dar colo ao seu filho

6 boas razões para dar colo ao seu filho

Muito se fala sobre o benefício do colo para um bebê, certo? Mas quando uma mãe está com o bebê no colo, não é raro escutar aquela infame frase, repetida como um mantra principalmente pelos mais próximos: “colo demais estraga, você vai mimar esse menino! Vai pôr a perder…”. 

Pensando nas mães que ainda se questionam sobre o assunto e naquela tia chata que só diz que você manhar esse bebê, listamos 6 BOAS RAZÕES PARA DAR COLO ao seu filho sem medo de ser feliz!

1- AUMENTA O TAMANHO DO CERÉBRO DO SEU FILHO

Vocês sabiam que um abraço faz o cérebro de seu bebê maior? Os bebês saudáveis, que recebem muita tranquilidade materna durante períodos de estresse realmente têm cérebros maiores do que os bebês que não recebem tanto carinho maternal.

Um estudo da Universidade de Washington em St. Louis examinou o crescimento da parte do cérebro responsável pela memória e estresse, o hipocampo – e descobriu que essa área é maior e mais desenvolvido entre as crianças que sempre receberam apoio amoroso de suas mães, particularmente durante situações de alto estresse.

2 – AJUDA NO COMBATE ÀS CÓLICAS

Sabe aquelas cólicas chatas dos primeiros meses de vida do seu bebê, que tiram o seu sossego e a sua paz? De acordo com pesquisadores e especialistas, o grudinho corpo a corpo com o bebê faz com que os movimentos intestinais da criança sejam impulsionados e o calor do corpo materno faz com que o bebê fique mais relaxado, resultando em um alívio para as cólicas!

Para te ajudar ainda mais a manter o colo como remedinho do amor no combate às cólicas, segure o seu bebê na posição barriga com barriga, pressionando levemente o seu bumbum contra o seu corpo. Essa é a posição ideal para que o bebê ‘expulse’ o ar engolido pós mamada.

3 – É TÃO IMPORTANTE QUANTO A AMAMENTAÇÃO 

Falam muito sobre a criação de vínculo mãe x bebê em tempos de amamentação, mas esquecem de falar que o colo tem o mesmo poder. Aquela mamãe que não conseguiu amamentar, aquele papai que não sabe muito bem onde se encaixar na nova rotina do bebê recém chegado em casa, agora já sabe por onde começar!

Através do COLO, você é capaz de transparecer todo o seu amor, cuidado e emoções (sejam elas de amor ou de insegurança) para o seu bebê. Aproveite o momento do colo para ninar, cantar uma canção, conversar, tocar em seu corpo, beijar a sua cabeça, olhar nos seus olhos. Tenho certeza de que você vai se emocionar com os resultados dessa terapia de amor!

4- CRIAÇÃO DE VÍNCULO COM OS PAIS (cuidadores)

Quem nunca presenciou aquela cena comum: um bebê chorando sem parar e quando a mamãe pega no colo, pronto; Acabou choro e reclamação? 🙂 Parece mágica, mas o nome disso é SEGURANÇA. No colo dos seus pais/ cuidadores, o bebê se sente em casa. Muitas vezes, principalmente nos três primeiros meses de vida do bebê, o choro nem sempre é de fome, sono ou dor. O bebê também chora por segurança, por proximidade corporal, por necessidade de se sentir amparado.

Ai vem aquela criatura do além e te aconselha: “Ah, deixa esse bebê manhoso chorar… ele vai parar”. É verdade, se você deixar o seu bebê chorando, ele fatidicamente (em algum momento) vai parar de chorar, mas vai parar porque estará exausto de pedir para ser ‘ouvido’. Dessa forma, ele vai compreender que não tem apoio, não tem segurança, que está sozinho e desamparado.

5 – TRAZ BENEFÍCIOS PARA SAÚDE DE MÃES E BEBÊS PREMATUROS 

Uma pesquisa, realizada pela Natalia Isaza, do Children’s National Health System in Washington, DC, descobriu que mães de bebês prematuros têm o seu nível de estresse amenizado depois de carregarem seus recém-nascidos no estilo canguru. Os estudiosos já sabiam que o contato pele a pele com a mãe proporciona uma série de benefícios para o bebê que está internado na UTI. Entre eles: estabilização da frequência cardíaca, melhora na respiração, circulação sanguínea, sono, e ganho de peso, diminuição do choro e melhora na amamentação.

O projeto mãe canguru, implantado no hospital IMIP (em Recife) no ano de 1994, já tinha comprovado que o contato constante entre mãe e filho aumenta o vínculo afetivo, favorece o aleitamento materno, reduz as chances de reinternação após a alta e diminui o tempo de internação no hospital. Diante do sucesso do projeto, muitos hospitais em todo o mundo implantaram o mãe canguru em suas UTIS Neo natal.

6 – VOCÊ TAMBÉM PRECISA DE COLO

Você acabou de ter o seu bebê e a loucura hormonal, as novidades na rotina e a falta de um sono adequado podem te deixar bastante sensível. Não se espante se você chorar de alegria, medo e tristeza ao mesmo tempo: TODAS mães passam por momentos assim! Você vai se pegar com sono, fome e suja, mas não vai ter forças para levantar da cadeira quando o seu bebê estiver dormindo no seu colo, e eu te garanto que não será o cansaço (inevitável) dos primeiros dias, meses e ano de maternidade que te farão repensar sobre ‘botar ou não botar’ o bebê no berço! É que o colo cura as suas dores, os seus medos, a sua insegurança. É nesse momento, de troca, com o seu bebê que você vai compreender que TUDO vale a pena! E quando eu digo tudo, é tudo mesmo. MÃE TAMBÉM PRECISA DE COLO, e mãe também merece viver esses momentos de forma plena.

Agora, você já tem motivos de sobra para manter o bebê aninhado no seu colo sem medo!

Gostou do texto? Compartilhe e faça um bebê feliz!

Beijos,

Ananda Urias
ananda@maezice.com.br
Curta nossa FanPage: Mãezice
Instagram e Snapchat: Maezice

Grupo no facebook Mãezice

Ananda Urias
Partilhar:

1 Comment

  1. Tania
    15 de junho de 2016 / 15:30

    O bebê vai ficar com o cérebro enorme mas a coluna dorsal de carrega o bebê o tempo todo vai ficar arrebentada e pequena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *