All Posts By

Ananda Urias

Festa criativa e dupla: Frozen

Há mais de dois anos, quando foi lançado, Frozen conquistou o coração das crianças apaixonadas pela Disney. Não é a toa! O filme conta a história de amor real e verdadeiro entre irmãs. Ainda lembro que na época, as festinhas com o tema viraram a maior sensação entre as meninas, mas a festinha que você vai ver aqui hoje está cheia de inspirações criativas, comidinhas saudáveis e tudo em dose dupla, já que essa foi a comemoração de 1 ano da Duda e 3 anos da sua priminha Nina.

Tenho certeza de que vocês vão amar e se inspirar! 🙂

3

2
4
6
FORNECEDORES RECIFE: Local: Salão de festa/ Foto: arquivo pessoal/ Decoração: Nanda Decora/ Mobílias e peças: Duna Locação de Peças / Bolo e doces: Jane Veloso Doceria / Buffet infantil: Thayse Alves/ Painel de lousa: Meubles de Partie / Peças: Celebrart e Loja Tem Festa / Balões de gás hélio: Loja Decore Festas / Buffet adulto: Padaria Com.Pão / Princesas Ana e Elsa: Decolores Eventos / Brinquedos: Pulinhos Festas / Personalizados: Mania de Inventar

Dica para surpreender os convidados: A Nanda, decoradora de festas infantis criativas, é a mamãe da Nina e tia coruja da Duda. Ela foi a responsável pela idealização de toda a festinha. Foi ela que teve a ideia de oferecer para as crianças comidinhas saudáveis e saborosas, assinados pela Thayse! Teve cubinho de gelatina, cenourinha, brownie funcional, espetinho de frutas… e sabe o melhor? A criançada amou! Juro que eu ia adorar ir a uma festa assim!

Tá vendo que dá para fazer uma festa no salão de festas linda, econômica e super criativa? 🙂 E é esse tipo de festinha que queremos mostrar por aqui. Espero que vocês gostem e se quiser ver a sua festinha por aqui, envia pra gente por e-mail ananda@maezice.com.br com a listinha de fornecedores. Vai ser um prazer!

Beijos,
Ananda Urias
ananda@maezice.com.br
Instagram, Snapchat: Maezice
Fan Page: Mãezice

 

Chá de apresentação ou “batizado” evangélico

Eu amo festas, principalmente quando a festa tem um significado todo especial para quem está comemorando e para todos os convidados. Pronto! Se você, assim como eu, também é um apaixonado por festas, vai amar o chá de apresentação que realizamos para Alice quando ela tinha apenas 3 meses de vida.

Alice nasceu em Recife, mas passamos apenas os seus 10 primeiros dias de vida por lá. Depois voltamos para a nossa casa em Fortaleza e a segunda viagem que realizamos para a nossa cidade natal foi corrida, sendo assim os nossos amigos e a maioria dos meus familiares ainda não tinha tido a oportunidade de conhecer a pequena. Pensando nisso tudo, organizamos uma festinha breve (tipo um brunch) para reunir todos que queriam compartilhar de um momento de confraternização com a gente! Aproveitamos a oportunidade e realizamos a apresentação de Alice à Deus!

Na minha igreja evangélica, o batismo de bebês é aceito como algo natural, mas o marido não concorda e sendo assim, chegamos a um acordo de que Alice será batizada apenas quando tiver discernimento para fazer essa escolha por conta própria. Sem batismo, mas jamais sem apresentação! Foi lindo, lindo, lindo e muito emocionante ver todas aquelas pessoas queridas orando pela minha família e agradecendo a Deus pela oportunidade de conhecer a minha pequenininha.

Tenho certeza de que você vai amar e se inspirar!

2015-08-01 20.37.48 2015-08-01 20.38.14

2015-08-01 20.51.35

2015-08-01 20.51.43 2015-08-01 20.52.10
2015-08-02 07.17.20 2015-08-02 07.17.22 2015-08-02 07.17.29 2015-08-02 07.17.31 2015-08-02 07.17.37 2015-08-02 07.17.39 2015-08-02 07.17.42 2015-08-02 07.17.46 2015-08-02 07.17.51
2015-08-02 07.18.07 2015-08-02 07.18.23 2015-08-02 07.19.12 2015-08-02 07.19.14
Lista de fornecedores – Foto: Nathalia Carvalho Fotografia / Decoração: Fatima Belo boutique de eventos / Personalizados e flores: Delmare Eventos / Buffet: Ateliedocemaria / Móveis: Bendita festaria / Beijinhos: Vera Barros beijos finos / Doces de ovelhas e pirulitos: Mcakedesignbr / Algodão doce: Otabuleiro / bolo: De acucar / artigos de festa: Loja tem festa / vestido da Alice: Yamor da Ethel (Fortaleza)

Tudo lindo, não foi? Esse dia foi MUITO especial. Não tenho palavras para agradecer a todos os fornecedores que fizeram do nosso chá uma festa incrível.

Dica para economizar na festinha: Ah, e quem disse que você precisa gastar rios de dinheiro para fazer um encontro na sua casa ou uma festinha? Ao invés de buffet, investi em uma mesa com bolos e alguns salgados no melhor estilo “self service”. Deu super certo, todo mundo comeu a vontade, conseguimos fazer uma apresentação super charmosa e gastei pouquíssimo!

Gostou? Então, não esquece de deixar um comentário para gente!

Beijos
Ananda Urias
ananda@maezice.com.br
Instagram, Snapchat: Maezice
Fan Page: Mãezice

Minha realidade com a amamentação – expectativa x realidade

Antes mesmo de engravidar, tinha um plano que me acompanhava da gestação até os primeiros anos de vida do meu futuro filho. A gestação ia ser tranquila, faria exercícios físicos, engordaria apenas o necessário, teria um parto humanizado digno de muitas fotografias encantadoras (daquelas que enchem os nossos olhos no pinterest) e amamentaria em livre demanda até quando o meu futuro bebê quisesse. Não demorei muito para perceber que a realidade, na maioria das vezes, passa muito longe de ser um sonho.

Pode me chamar de romântica, eu vou te entender, mas a amamentação para mim sempre foi o ÚNICO caminho. Há quase 7 anos, amamentei Lara sem dificuldades. Não conheci a dura realidade das fissuras, da angustia por ver um filho chorando de fome.

Eu não me preparei para a amamentação da minha primeira filha, e tudo tinha fluido tão bem. Pela minha primeira experiência, acreditei que amamentar era fisiológico, natural, parte de um processo humano e nada mais. Não tinha motivos para alimentar maiores preocupações e assim me mantive por toda a gestação: Apenas esperando o tão sonhado dia que iria amamentar a minha tão desejada caçulinha.

No dia 1 de Maio de 2015, ainda na maternidade, uma realidade diferente bateu na minha porta. Alice era preguiçosa, não tinha pressa para comer, mas eu tinha muita pressa em estimular e ver o meu leite descer. Eu não estava preparada para mudanças de percusso, eu não estava preparada para me sentir insegura. E assim que ela nasceu, a grande insegurança bateu: e se eu não conseguir? e se ela ficar com fome? e se eu não for capaz? e se….?

Todas as enfermeiras da maternidade se prontificaram para me ajudar: eu só queria amamentar. Alice não se preocupou em comer e a angustia tomou conta de mim. Os dias seguintes foram de desafios, um atrás do outro. Fissuras, SANGUE, choro e frustração. Ainda lembro, com dor no coração, do sentimento que me acompanhou nos primeiros dias: eu queria amamentar mais do que tudo, mas pôr Alice no peito era motivo de choro. Talvez eu não fosse capaz, mas não ia desistir tão “fácil” assim.

Continua no próximo post.

Beijos,
Nanda
Ananda@maezice.com.br
Instagram e Snapchat: Maezice
Fan Page: Mãezice

Benefícios do banho de ofurô no bebê

A nossa primeira experiência com o ofurô aconteceu quando Alice tinha apenas 5 dias de vida. Estávamos atravessando um período complicado: noites em claro, amamentação desandando e muito estresse, até que fomos apresentados ao banho de ofurô. Logo ali, no primeiro contato, tive certeza de que tinha encontrado um grande aliado para os primeiros meses da minha pequena. Esse post traz informações sobre a técnica e muito sobre a nossa experiência.

1

  • Por lembrar o ambiente ultra interino, o bebê fica completamente relaxado e em alguns momentos chega a dormir no meio do banho;
  • Combate as gases, comum nos primeiros três meses de vida;
  • Auxilia na constipação;
  • Te ajuda a criar a rotina do sono;
  • O banho é um dos maiores estruturadores de apego e vínculo entre pais e filhos. 

baldinho
De acordo com os especialistas, o banho perfeito começa com a escolha do baldinho.

  1. Se o seu bebê é recém nascido, vale a pena investir em um baldinho pequeno (até aquele que compramos para lavar as roupinhas do bebê servem, mas devem ser exclusivos para os banhos dos pequenos!).
  2. Já no primeiro ou segundo mês já podemos fazer uso do baldinho tradicional de ofurô (que vende nas lojas de bebê por menos de 40 reais).
  3. Para as crianças ainda é possível encontrar baldes de ofurô para até 4 anos.

Aqui em casa, compramos o balde número dois da marca Sanremo e ele nos acompanhou até os 5 meses de vida de Alice. Ele é resistente e valeu cada centavo! Apesar de termos começado o banho com apenas 5 dias de vida e ela não caber da forma ideal dentro desse balde, escolhi não investir em outro ofurô porque tinha realizado a compra ainda no enxoval. Se você ainda está grávida, vale a pena ler abaixo as dicas para oferecer ao seu bebê o banho de ofurô perfeito para o recém nascido.recem

  • Invista em um ofurô pequeno;
  • Aprenda a fazer charutinho com a fraldinha de pano, porque assim ele vai se sentir ainda mais se
    guro e confortável dentro do ambiente aquático (remetendo ao útero) – veja imagem abaixo;
  • deixe o ambiente em uma luz baixa e com música de ninar instrumental;
  • a temperatura ideal da água é de 36 ou 37 graus;
  • não coloque na água nenhum produto de higiene do bebê, esse não é um banho para limpar: invista no banho relaxante;
  • Inicie o banho pelo menos 20 minutos antes do horário da mamada, para que ele não esteja com fome no meio do banho;
  • envolva o seu bebê no charutinho e coloque-o dentro do ofurô segurando pelo pescocinho com cuidado, agora é só relaxar e curtir o momento junto com o seu bebê.charutinhos

primeiroAssim que você perceber que o baldinho de recém nascido está ficando pequeno para o seu bebê, use o balde do tamanho tradicional. Agora, já não é mais necessário ficar dentro do charutinho, mas a escolha será sua! O charutinho, também conhecido como quarto trimestre de gestação ou gestação fora da barriga, ainda garante segurança ao seu bebê. Aqui, utilizamos o charutinho apenas nos primeiros banhos e logo em seguida conquistamos com Alice a total segurança dentro do ofurô.

  • Invista em um ofurô tradicional;
  • Fazer o charutinho até o terceiro mês fica a sua escolha;
  • deixe o ambiente em uma luz baixa e com música de ninar instrumental;
  • a temperatura ideal da água é de 36 ou 37 graus;
  • não coloque na água nenhum produto de higiene do bebê, esse não é um banho para limpar: invista no banho relaxante;
  • Inicie o banho pelo menos 20 minutos antes do horário da mamada, para que ele não esteja com fome no meio do banho;
  • coloque-o dentro do ofurô segurando pelo pescocinho com cuidado, agora é só relaxar e curtir o momento junto com o seu bebê.

nossa2
Se você está sonhando com uma noite mais tranquila para o seu bebê, invista em um banho relaxante de ofurô antes da última mamada da noite. Realize TODO DIA, o banho de ofurô na mesma hora e depois de um tempo, o bebê já vai entender que aquele momento faz parte da sua rotina de relaxamento e que em seguida ele vai mamar e dormir. Aqui em casa, o banho de ofurô fez parte da nossa rotina noturna durante 5 meses ininterruptos e em vários momentos, esse momento nos salvava da agonia da cólica, do mau estar da constipação (principalmente quando começamos a complementar com leite artificial) e dos picos de crescimento.

nossa1

O primeiro banho de Alice foi aos 5 dias de vida, envolta em um charutinho de fralda, com luz baixa, ao som de músicas cantadas e muita emoção. Logo depois do banho, ela comeu e dormiu por horas. Ali eu entendi porque todo mundo falava tão bem sobre o tal do ofurô. Eu já tinha garantido o meu baldinho, mas não sabia que poderia realizar o banho nela ainda tão pequena e indefesa! É aí que muita gente perde a oportunidade de garantir noites mais tranquilas e mais segurança para o bebê: o banho de ofurô pode ser dado nos primeiros dias de vida sem medo.

Nossa rotina diária com o banho do ofurô nos auxiliou a criar uma rotina de sono e começava às 18h30! 

  • primeiro passo: levava Alice para o trocador, onde realizava a limpeza íntima com água, sabão neutro próprio para bebê e algodão;
  • água pronta, ofurô pronto, quartinho na meia luz e celular já tocando canção de ninar instrumental, tudo pronto para o começo do nosso banho;
  • o banho durava cerca de 10 minutos
  • voltava para o quarto com Alice já sonolenta nos braços, colocava a fralda, pijama e iniciava a mamada que durava cerca de 1h30. Pronto. Alice dormia às 20h30 ou 21h todos os dias.

Aos poucos você vai perceber que o banho deixa de ser um momento em que o bebê vai dormir, e passa a ser um momento de interação entre pais e filho. Em todos os banhos de ofurô com Alice, desde o primeiro dia, eu cantava alguma música ou conversava com ela. Sempre falando em tom brando um pouco sobre o que estava acontecendo na sua vida e o que sentíamos por ela. Esse é o momento de muito amor!

Quando Alice começou a interagir no banho, era lindo acompanhar a sua evolução: algumas vezes ela conversava, outras tentava pegar a água intrigada, tantas outras tentava arrumar um jeito de beber a água…. E ela foi crescendo, crescendo até que o ofurô ficou pequeno e o banho tinha se tornado uma grande diversão.

Ao invés de investir em um balde próprio para crianças maiores, preferi buscar outras formas de banho que nos trouxesse a CRIAÇÃO de vínculo e apego necessário para darmos continuidade a nossa rotina do sono. Hoje, alternamos o banho de banheira com o banho de chuveiro e temos um resultado super positivo!

E por aí, vocês já testaram o banho de ofurô? Estão se preparando para tornar esse momento relaxante parte da rotina? Deixe o seu comentário contando a sua experiência. Ela será valiosa para alguém que, como você, está em busca de criar bons momentos com o bebê.

Beijos
Ananda Urias
ananda@maezice.com.br
Instagram, Snapchat: Maezice
Fan Page: Mãezice

Chá de revelação do sexo – Caio ou Alice?

Como eu já contei por aqui (acesse o post), quando fiquei grávida queria muito realizar um chá de bebê nada tradicional. E logo pensei: ué, porque não fazer um chá de revelação!?

Antes de engravidar do Caio ou da Alice, passamos por uma perda muito grande e quando eu me dei conta já estava grávida novamente. A nova gestação era motivo de renovação, família reunida, força, fé… e o elefante tem um significado todo especial, além de ser lindo: ele simboliza a boa sorte, sabedoria, persistência, determinação, solidariedade, amizade, o companheirismo e tantas outras coisas lindas. Então, se você está preparando uma festinha não deixe de dar significado a todas as escolhas, seja no tema, nas cores ou no ‘porque’ da festa. Te garanto que fazer uma festa assim, tem um gostinho todo especial.

Além da escolha do tema e das cores, a nossa decoradora Kiara teve a ideia de homenagear a primeira pessoinha mais linda do MEU mundo: Lara! Toda a identidade visual da festa foi desenvolvida em cima do Lara + 1, além de lindo e original, foi uma forma de incluir a irmã mais velha em todas as novidades. Afinal, eu também sou o tipo de mãe que tenho medo de que minha filha se sinta excluída do processo ou tenha ciúmes. A estratégia deu super certo, e Lara AMOU ver o seu nome em todos os cantinhos da festa.

Se você está pensando em fazer um chá de revelação, tenho certeza de que vai curtir cada detalhe do nosso momento!

Chá de Descoberta 003 Chá de Descoberta 004 Chá de Descoberta 005 Chá de Descoberta 008 Chá de Descoberta 009 Chá de Descoberta 013 Chá de Descoberta 016 Chá de Descoberta 017 Chá de Descoberta 018 Chá de Descoberta 019 Chá de Descoberta 020 Chá de Descoberta 022 Chá de Descoberta 025 Chá de Descoberta 035 Chá de Descoberta 040 Chá de Descoberta 045  Chá de Descoberta 079 Chá de Descoberta 116 Chá de Descoberta 118 Chá de Descoberta 124 Chá de Descoberta 051Chá de Descoberta 162
Local: Salão de Festa/ Buffet: Doce Amora/ Fotografia: Vanessa Bicalho/ Decoração: Kiara Martins/ Personalizados e Mimos: Mimus Personalizados/ Peças de decoração: Bonparti/ Mesa branca e aparador Pallet: MeuBles de Partie/ Biscoitos personalizados: Doce Oficio/ Bolo: Bolofofo/ Brigadeiros Gourmet e Cupcakes: Chella Rebelo/ Beijinhos: Guloseimas Personalizadas/ Aluguel de arranjos de flores: Seu Cachepot/ Balões e caixa de revelação: Celebrart

Tudo lindo, não é? Esse foi um dos momentos mais lindos e especiais da minha gestação. Tenho certeza de que, quando Alice crescer ela vai curtir essas fotos e se encantar com todo o carinho que ela recebeu ainda na barriga. 🙂

Vocês gostaram? Não deixem de comentar!
Beijos
Ananda Urias
ananda@maezice.com.br
Instagram, Snapchat: Maezice
Fan Page: Mãezice

1º Encontro Mãezice Recife

É com muita alegria que, hoje, abro as “portas” do Mãezice para vocês! 🙂
Esse blog é a realização de um sonho, onde poderemos JUNTAS falar sobre tudo que envolve o universo da maternidade sem ‘por menores’. Esse espaço não é só meu não! O mãezice tem o objetivo de ser um espaço colaborativo, onde poderemos falar sobre TUDO sem preocupações ou julgamentos.

Para dar início a essa nova fase da minha vida, realizei ontem o primeiro (de muitos) encontros Mãezice. A nossa primeira cidade escolhida foi Recife, minha cidade natal e querida. Mas a ideia, é que possamos rodar o Brasil fazendo Mãezice juntas por aí!

Não tenho como expressar, em palavras, o carinho que tenho por todas vocês que estiveram presentes ontem, e tantas outras seguidoras e leitoras que mandaram tantas mensagens enviando carinho e boas energias para essa nova fase. Obrigada, meninas! Obrigada por sonharem junto comigo! <3

O Mãezice foi assim: um encontro lindo, especial, cheio de bebês e amor. Vem ver!

IEncontroMaezice_11_01_2016_0005

IEncontroMaezice_11_01_2016_0022

IMG_6649

IMG_6648

IMG_6650

IMG_6644

IMG_6643IEncontroMaezice_11_01_2016_0039

IEncontroMaezice_11_01_2016_0064

IEncontroMaezice_11_01_2016_0063

IEncontroMaezice_11_01_2016_0043

IEncontroMaezice_11_01_2016_0057

IEncontroMaezice_11_01_2016_0049

IEncontroMaezice_11_01_2016_0066

IEncontroMaezice_11_01_2016_0073

IEncontroMaezice_11_01_2016_0079

IEncontroMaezice_11_01_2016_0190

IEncontroMaezice_11_01_2016_0018

IEncontroMaezice_11_01_2016_0009

IEncontroMaezice_11_01_2016_0019

IEncontroMaezice_11_01_2016_0191

IEncontroMaezice_11_01_2016_0182IEncontroMaezice_11_01_2016_0195

IMG_6640
Fotografia: Marcela Melo Fotografia / Decoração: Nanda Decora / Locação de peças e pallet: Duna Locação / Bolo: Confitaria / Balões e acessórios de festa: Loja Decor e Festas / Marca Mãezice em feltro: Tainha Sonho em Arte

O meu agradecimento eterno à Nanda Decora que planejou e executou a decoração criativa mais fofa do mundo, junto com a Duna Locação, Loja Decor e Festa e Tainha (que fez o nosso mascote de feltro para decorar lindamente a mesinha de pallet! Amei!). Não poderia esquecer da Confitaria, minha parceira querida que sempre adoça a nossa vida com os bolos e cupcakes deliciosos! Ah, e a Marcela Melo Fotografia que eternizou todos os momentos lindos desse nosso encontro! Vocês são demais, estão no meu coração e já fazem parte da nossa história!

Esse é só o começo da nossa história. Entre e fique à vontade! Tem muita coisa boa e prontinha para acontecer… Enquanto isso, vem seguir a gente no Instagram (@maezice), Snapchat (@maezice), Fan Page (Fb.com/maezice) e Grupo no facebook.

Beijos,
Ananda Urias
ananda@maezice.com.br

Carta de um recém nascido para a sua mãe

Mãe, como eu poderia te agradecer pelas noites mal dormidas? Comidas frias? Banhos não tomados? Cabelo desgrenhado? Roupa suja de leite? Noites em claros? Se eu ainda nem, sequer, falo. As vezes me esforço para expressar o tamanho do meu carinho por ti, mas ainda estou aprendendo a sorrir.

Te conheço por dentro, mamãe, e sei (apenas pelo tom da sua voz) quando estas prestes a desmoronar. As vezes, eu choro só por te ver chorar! Na agonia do teu sono, sinto muito porque não quero te largar. Você está com pressa para descansar e eu não consigo te ver partir, por mais perto que estejas daqui. Tem paciência comigo, mamãe. Eu não queria te ver sofrer, mas não quero te perder. Passei nove meses grudadinho em você, agora eu acredito que sou um pedacinho de você.

Mas quando acordas sorrindo e me tiras do berço, sinto crescer em mim uma vontade ainda maior de te agradecer. Porque só tu mãe, seria capaz de ceder o teu corpo para que eu pudesse nascer; ceder teus seios para que eu pudesse crescer; ceder tua vida para que eu pudesse viver.

O teu amor me constrange, me alimenta, me traz a paz. Você vive dizendo para todo mundo que eu mudei a sua vida, dei sentido aos seus dias, transformei o amor em incondicional, mas eu ainda não sei te dizer que lá no fundo também sinto tudo isso por você. Como não amar quem se deu por mim? Como não amar quem me ama tanto assim? Um dia, muito em breve, vou aprender a sorrir, falar, abraçar… Tudo isso, para te dizer o quanto eu amo você.

Assinado: seu filho (a) recém nascido.

Texto: Ananda Urias

Como fazer um Chá de Revelação

Pode parecer besteira para alguns, mas desde o dia que descobri que estava grávida comecei a pensar em uma forma mais divertida e inspiradora de realizar o meu chá de fraldas. Queria sair do tradicional, usar a criatividade! Tem coisa melhor do que inspirar com muita criatividade?

Quando a gente fica grávida, já começa a contabilizar os custos com enxoval, quartinho, roupas novas para a mamãe… são tantos os gastos que eu não me daria ao luxo de fazer uma festa para cada momento: revelação do sexo do bebê, chá de fraldas e recepção no hospital. Então, decidi me esforçar um pouco e juntar a revelação do sexo do bebê + chá de fraldas. Como eu fiz isso? Vou te contar todos os detalhes, mas te garanto que para seguir o meu caminho é preciso muita força de vontade e pouca curiosidade.

Para colocar em prática

  • Não fiz a sexagem fetal, afinal para fazer um chá de fralda (bebê) é legal você já ter um tempo avançado de gestação, não apenas pela certeza de saúde do bebê, mas tem que ter foto da barriga! Né?
  • Fiz o ultrassom com 14 semanas e assim que entrei no consultório fiz o pedido inusitado: se der para ver o sexo do bebê, não me conta. Ok? Dito e feito. A médica super se divertiu e ficou achando a maior graça da situação. Como algumas pessoas já sabem, a minha obstetra é a minha irmã e a médica que faz a minha ultrassom é amiga da minha irmã. Para minha sorte, eu estava entre amigas.

Assim que sai do consultório pedi para ela mandar uma mensagem pro celular da minha irmã contando o sexo do bebê e assim foi feito. Sei que o meu caso é um em um milhão.. então, se eu não tivesse essa facilidade teria levado uma pessoa comigo (o pai não vale, ok?) para que a médica dissesse apenas para ela o sexo do bebê. Descrevendo assim, parece que dá muito trabalho, mas não dá… basta ter alguma amiga disposta a entrar na brincadeira e guardar o segredo. A minha irmã contou para a decoradora da festa, que contou para as meninas do personalizados, e nessa brincadeira um bocado de gente já está sabendo menos a mãe, o pai, a irmã mais velha, a avó, o avô, a tia paterna.. e por aí vai!

  • A festa aconteceu na 20 semana.

Ou seja, foram mais de 40 dias esperando pelo grande dia do chá! Se eu fiquei curiosa? Demais, mas garanto que eu diverti muito maiiiiis do que você imagina. Os amigos mais próximos fizeram bolão, palpitando sobre o formato da barriga (que foi o mesmo formato da barriga da minha gestação da Lara!), falaram sobre a minha pele, o meu cabelo, e tudo girou em torno do sexo do bebê! Eu? ficava só rindo.

  • Todos os detalhes do chá se tornam ainda mais especial!

De fato, esse chá foi muito importante para todos nós. Não foi apenas um momento para dividir com os amigos o próximo nascimento de um filho, foi incrível descobrir juntinho com quem adoramos quem vem por aí. E claro que com o sexo do bebê, começamos a sonhar com o rostinho, roupinhas… e tantos detalhes lindos que fazem a diferença na gestação.

Espero que vocês tenham amado, porque esse foi um dos momentos mais especiais da minha vida.

Beijos,

Ananda Urias

ananda@maezice.com.br

Instagram e Snapchat: Maezice

FanPage: Maezice