All Posts By

Ananda Urias

Tempo, seja gentil: desacelere

Por favor, tempo, desacelere.
Tão pequeno e já tão dono de si. Pronto para desbravar um mundo que vai além de mim! Me perdoe filho, não estou pronta para te ver partir… sinto falta de quando eu era tudo que você precisava para ser feliz.

Você vai crescer, é inevitável, é saudável… Mas eu queria reviver, dia após dia, os seus sorrisos inocentes, as suas conquistas, os seus primeiros beijos e abraços. Queria eternizar esse momento e viver assim, juntinho de ti.

Estás pronto para desbravar o mundo, conquistar novos amigos, encantar outras vidas… eu me sinto orgulhosa e ao mesmo tempo perdida, porque já sinto o vazio da nossa diária despedida.

Seja gentil, tempo. Desacelere. O tempo não perdoa. Não espera.

Eu ainda te vejo frágil, indefeso, meu pequeno. Mas você já descobriu que lá fora existe um mundo cheio de aventuras esperando por ti.

Existe um mundo que vai além dos meus braços, dos meus abraços, dos meus beijinhos, dos olhar sempre atento a te proteger… Eu não estou pronta, mas você está.

Filho, eu estou com medo de te ver partir…

Tempo, seja gentil: desacelere.
Texto: Ananda Urias

Beijos,

Ananda Urias
ananda@maezice.com.br
Instagram e snapchat: maezice
Fan Page: Fb.com/maezice
Youtube.com/maeziceblog
Grupo no Facebook Mãezice

Desabafo de uma mãe: eu não sei quem sou

(Eu não sou eu mesma)
Hoje, acordei com um sentimento de não pertencimento que me entristeceu. Ainda não sou a mesma… E nada me leva a crer que um dia voltarei a ser.

Mudei e junto com elas, mudarei novamente. A cada fase de suas vidas, estarei aprendendo a ser eu incontáveis vezes. Nunca a mesma, mas sempre eu. Sempre pronta para acudir, aninhar, agradar, educar, aprender e ensinar!
Me olho no espelho e às vezes sinto que não sei quem sou! Mas quando olho para vocês, sei que sou exatamente aquela que um dia sonhei.

As contradições maternas são muitas, mas nenhuma delas é tão cruel e amável quanto essa: em vocês eu me perdi, mas é em vocês que eu me acho.
Texto: Ananda Urias

Quem já se sentiu assim?
Beijos,
Ananda Urias
ananda@maezice.com.br
Instagram e snapchat: maezice
Fan Page: Fb.com/maezice
Youtube.com/maeziceblog
Grupo no Facebook Mãezice

Cuidando dos dentes do bebê

Assim que os dentinhos começam a dar os primeiros sinais de vida, as mãe se desesperam: E agora, o que fazer? Que pasta e escovinha de dente usar? É verdade que o assunto gera muitas divergências, até entre os profissionais da área, mas é importante buscar um profissional atualizado e sempre antenado com as novas pesquisas a nível mundial.

Quando Larinha precisou desses primeiros cuidados, há 6 anos, as coisas eram muito diferente. Lara usou a pasta sem flúor por muitos anos, quando aos 4 anos, em uma visita a uma nova odontopediatra ficamos sabendo que a pasta sem flúor não surtia o efeito preventivo que desejamos e corremos para mudar a pasta! “Ah, mas o meu filho engole pasta e flúor é um perigo…”, é esse o medo de muitas mães! Pensando nisso, convidei a Dra. Daniela Salvador, uma odontopediatra querida, para explicar QUANDO ESCOVAR OS DENTES DO BEBÊ, COMO ESCOVAR, QUE PASTA USAR E MUITO MAIS. Vamos nessa?

Sabemos que o flúor presente na saliva após a escovação é extremamente importante para a prevenção da doença cárie! Por isso o Ministério da Saúde desde 2009 recomenda que a partir do primeiro dentinho todas as crianças devem escovar os dentes com PEQUENAS QUANTIDADES DE CREME DENTAL COM FLÚOR NA CONCENTRAÇÃO DE 1100PPM, duas vezes ao dia.

Vale a pena ressaltar que a ingestão acidental de grandes quantidades do creme pode causar fluorose (alterações no esmalte do dente que está em desenvolvimento). Pensando em minimizar os riscos da ingestão de grandes quantidades de flúor, a Associação Brasileira de Odontopediatria recomenda que o uso seja feito de forma racional e sempre controlado por um adulto e recomendado pelo odontopediatra. O uso do creme em qualidades apropriadas só trará benefícios para a criança e mesmo que seja engolido totalmente não causará danos ao dentinho que está por vir.

Então aí vai a dica:

  • Bebês com até 8 dentes ou menos de 10kg: colocar a quantidade equivalente a MEIO grão de arroz (0,05g) – duas vezes ao dia.
  • Bebês e crianças que não sabem cuspir e com mais de 10kg: colocar a quantidade equivalente a 1 grão de arroz (0,1g) – duas vezes ao dia.
  • Crianças que sabem cuspir: colocar a quantidade de creme equivalente a 1 grão de ervilha (0,3g) – em todas as escovações.
  • ATENÇÃO – Recomendo que isso seja feito APENAS pelos pais ou pessoas que estejam orientadas quanto ao uso. Caso quem vá realizar a escovação não saiba como fazer ou a escovação seja sem controle ou supervisão é preferível que seja realizada com creme dental sem flúor, ok?

Sempre oriento que os pais tenham 2 tipos de creme: COM e SEM flúor, assim fora de casa sem a supervisão dos pais o creme sem flúor pode ser liberado. E não deixe de marcar uma consulta com uma odontopediatra! 🙂

Dra. Daniela Salvador
Cirurgiã-Dentista, Odontopediatra. Mestre em Hebiatria pela Universidade de Pernambuco FOP/UPE. Doutoranda em Odontopediatria – UPE, Pós-graduanda em Ortodontia – SOEPE. (@tiadanidentista)
FONTES:
Ministério da Saúde (Guia de recomendações para o uso de fluoretos, 2009)
ABOPREV (Associação Brasileira de Odontologia de Promoção de Saúde)

Como a gente faz aqui em casa:
maezice_escovando_os_dentes_do_bebe

Escovamos os dentes de Alice desde os 8 meses, quando tivemos de fato o primeiro dentinho. Nessa fase, eu só dava a escova para ela coçar os dentes e aproveitava para fazer uma limpezinha na gengiva com água mineral! Não foi indicação de nenhum odontopediatra, mas preferi esperar mais alguns dentinhos nascerem para iniciar a limpeza com a pasta dental. Agora, com 5 dentinhos, escovo os dentes dela duas vezes por dia: 1 com pasta com flúor e 1 sem flúor! Depois que eu escovo os dentinhos dela, permito que Alice use a escova para coçar a gengiva e curtir sozinha aquele momento, ela se diverte e eu fotografo.

E por aí, como vocês estão cuidando dos dentinhos dos pequenos?

Obrigada, Tia Dani pela participação mais do que especial no blog. Um beijo carinhoso e muito sucesso!

Beijos,

Ananda Urias
ananda@maezice.com.br
Instagram e snapchat: maezice
Fan Page: Fb.com/maezice
Youtube.com/maeziceblog
Grupo no Facebook Mãezice

Porque fazer a manutenção da tela de proteção do meu apartamento?

Basta olhar pela janela do seu apartamento para descobrir que, hoje, as telas de proteção são uma medida básica de segurança para quem tem filho pequeno, idosos e até animais de estimação em casa. Mas infelizmente, ENGANA-SE quem acredita que a simples colocação da tela garante a segurança necessaria para os nossos pequenos.

A história que eu vou contar aqui partiu o meu coração, mas também trouxe uma reflexão importante para as famílias que confiam às telas de proteção uma grande responsabilidade na segurança de seus filhos. Na última segunda, 30 de Maio, um menino de apenas 6 anos sofreu um acidente FATAL na cidade do Recife. O garoto brincava na sala, enquanto a sua mãe colocava o seu irmão para dormir. Era 16h da tarde, quando a tela de proteção cedeu e o garotinho caiu do 21º andar. O final da história, vocês já sabem, infelizmente aquela família nunca mais será a mesma!

Em meio a dor que senti por aquela família, lembrei que na casa dos meus pais a tela de proteção já tem mais de 8 anos de instalação e NUNCA, nunquinha, passou por uma manutenção. Lembrei também que muitas vezes, quando vão realizar instalações de antenas de televisão a cabo ou manutenção do ar condicionado split, as telas são removidas sem grandes cerimonias e logo recolocam a malha no gancho sem maiores preocupações. Lembrei ainda que a janela do meu quarto (ainda tenho um quarto na casa da minha mãe!), está com uma malha solta e que na manhã dessa mesma segunda-feira eu apenas recoloquei a malha no gancho sem me preocupar com os danos que aquilo ali causariam para a segurança da tela. Uma sucessão de erros fatais, mas que nunca teriam sido encaradas da forma correta, caso eu não estivesse a par do acidente do menininho de apenas 6 anos!

Então, se você também mora em apartamento e tem TELA DE PROTEÇÃO, leia com atenção as recomendações abaixo:

  • MANUTENÇÃO – Toda tela deve passar por manutenção com uma equipe especializada, após 1 ano de instalação!
  • A TRAMA IDEAL PARA APARTAMENTO – Se você mora em apartamento e quer colocar uma tele de proteção, escolha a de 5 centímetros, também conhecida como malha 5M5.
  • SE VOCÊ MORA EM CIDADE LITORÂNEA – O gancho em aço inox é o ideal.
  • As redes suportam até 250kg por metro quadrado, mas é sempre melhor não confiar.
  • Tenha em mente a importância de ensinar ao seu filho sobre os perigos de uma queda. 

Crianças a partir de uma certa idade, já conseguem compreender o risco que uma ação pode causar. Acredito que é importante SIM, conversarmos e mostramos que a prevenção ainda é a melhor forma de segurança. A tela de proteção não pode ser considerada a única forma de prevenção! Aqui em casa, desde pequena, converso com Lara sobre os perigos e ela não gosta nem de se encostar na tela da varanda. Claro que os nossos filhos são uma caixinha de surpresas e que com eles, tudo é possível… mas não custa tentar! Não é?

FAZENDO O TESTE EM CASA

Na casa da minha mãe, onde vamos passar as férias de Julho, a tela será substituda por outra mais nova e os ganchos passarão por manutenção. Aqui, na minha casa em Fortaleza, a tela tem apenas 1 ANO E MEIO de instalação, mas passará por manutenção especializada em breve. Enquanto esse dia não chega, decidi fazer um pequeno teste para ver se hoje a tela significa algum perigo para a minha família. Veja o vídeo:


Se inscreva no nosso canal clicando aqui.

Não deixe de compartilhar esse post e principalmente a informação: A MANUTENÇÃO DA SUA TELA DE PROTEÇÃO PODE SALVAR A VIDA DE UMA CRIANÇA! Vamos nessa?
Faça o teste da sua tela de proteção e mande a foto para a nossa fanpage!

Ananda Urias
ananda@maezice.com.br
Instagram e snapchat: maezice
Fan Page: Fb.com/maezice
Youtube.com/maeziceblog
Grupo no Facebook Mãezice

 

Por que todos pais deveriam assistir ‘O Começo da Vida’

Muito tem se falado sobre o documentário ‘O Começo da vida’, mas se você ainda não está convencido de que deveria ‘guardar’ 2 horas do seu dia para asssitir ao filme, talvez esse texto possa te fazer mudar de ideia e contribuir para que, através dos conhecimentos ali recebidos, a sua maternidade e paternidade seja vista através de uma ótica completamente nova e limpida.

Eu chorei do começo ao fim. Alguns momentos do filme me fizeram refletir de forma ‘dura’ sobre a mãe que sou, mas principalmente sobre a mãe que quero ser para as minhas filhas. A família que idealizei passa longe de ser a família que vive em minha casa, pelo simples fato de que somos seres humanos e estamos sucetíveis (o tempo todo) ao erro! O filme também me trouxe lembranças do crescimento das minhas filhas, fortes conexões que tive o prazer imenso de participar ativamente, mas também me lembrou dos momentos que perdi ao lado delas. Ainda chorei quando me deparei com a realidade do nosso MUNDO: mães e pais que abrem mão de suas vidas profissionais para cuidarem de seus filhos, mas ainda são vistos como NADA perante a ótica da sociedade.

Não é preciso ser nenhum sociologo para saber que os valores do nosso mundo estão invertidos, mas também não podemos negar que está nascendo uma nova geração de pais e mães cada vez mais ativos e presentes. Enfim, percebemos que SOMOS o que os nossos filhos precisam para terem um futuro seguro e uma auto estima que garanta que eles serão capazes de ERRAR quantas vezes forem preciso, até acertar ou descobrir novos caminhos.

“Cada CRIANÇA que nasce é uma espécie de SURPRESA para a humanidade… e é com esse espírito que devemos acolher as crianças que chegam ao mundo!”.

Lembrei do dia em que Alice nasceu, mas principalmente do dia em que encontrei aos 21 anos a minha primogênita: não sabia o que esperar e me surpreendi. Entre tantos sentimentos, NINGUÉM me preparou para amar ela mais do que a mim. NINGUÉM me explicou que eu daria a minha vida por ela, mas acima de tudo: NINGUÉM me disse que a forma como eu (e todos a sua volta) encararia a sua história de vida seria a forma como ela enxergaria a própria história. E nessa hora, mais uma vez… eu chorei. Nossos filhos precisam de QUEM ESTÁ ao seu lado, de quem se faz presente, de quem faz parte da sua história.

O AMOR é uma descoberta do dia a dia, e não é a toa que você ainda se pergunta: “como eu posso amar hoje, mais do que eu amei ontem?”. O amor parental (seja ele consanguineo ou não) é exatamente assim, construído com o dia a dia, com a intimidade, através do exercício diário do cuidar, regar e zelar.

“A mãe é a primeira amostra de humanidade com a qual a criança tem contato… Então, a relação que você tem com ela, determina o MUNDO para o qual ela vai entrar e o apoio que ela poderá esperar do mundo”

Apesar de falarmos muito sobre maternidade, a paternidade é tão importante quanto. A mãe é a primeira mostra do mundo, mas o pai é a certeza de que o mundo vai além…! Como mães, precisamos aprender que a fórmula correta para a realização das tarefas NÃO EXISTE. O que existe SÃO VÁRIAS formas que irão beneficiar, de maneiras diferentes, a criação do filho. PERMITA que o seu companheiro seja o pai que ele deseja ser, que ele brinque da sua maneira, que ele alimente da sua forma, que ele nine com as suas próprias músicas prediletas e CRIE intimidade com o filho. Ele vai errar? Vai! Claro que vai, mas lembre-se que você erra (e muito!).

Para finalizar, aos prantos, esse breve texto sobre um filme tão profundo deixo aqui as duas frases que mais mexeram comigo:

“Meus filhos não ligam se eu sou importante ou se ganho dinheiro. Eles se importam se eu estou PRESENTE e isso é um ótimo lembrete para a vida”. (Não é sobre ter, é sobre ser)

“Se você não ouve as crianças, elas se perdem…” (essa frase ainda ecoa por aqui…)

Sem dúvidas, esse foi o documentário mais marcante da minha jornada de VIDA. Levarei comigo muitas informações compartilhadas, muitas imagens inesquecíveis, as lágrimas que derramei por me sentir emocionada ou por ter me questionado de forma dura e implacável se estou conseguindo ser de fato a melhor mãe que posso ser para as minhas filhas! A reflexão não acabará aqui, tenha certeza. Quantas vezes for preciso, assistirei ao filme para me lembrar que não existe segredo, mas através do amor podemos criar crianças Fortes e Seguras.

Se eu indico? Vou além, acho que esse filme deveria ser visto por TODAS as mães e pais do mundo! Talvez poderemos enxergar as nossas crianças, família e sociedade de uma forma mais amorosa e com mais empatia.

Não deixe de assistir, você não vai se arrepender.

O filme ‘O começo da vida’ já está disponível no Netflix!

Se você já assistiu, não esquece de deixar aqui o seu comentário contando o que achou. Tenho certeza de que poderemos auxiliar muitas mães e pais, nessa descoberta para um mundo novo.

Beijos,

Ananda Urias

Ananda Urias
ananda@maezice.com.br
Curta nossa FanPage: Mãezice
Instagram e Snapchat: Maezice

Grupo no facebook Mãezice

Baby Fashion Fun – tudo para o seu bebê

Você é uma daquelas mães que adoram comprar roupinhas descoladas para os filhos com a ajuda da internet? Então, prepara o seu coração, porque você vai se apaixonar pela mais nova parceira do Mãezice! \o

A Baby Fashion Fun, uma loja linda e cheia de opções para meninos e meninas, me acompanha há 1 ano (exatamente, desde o nascimento de Alicinha) e o acaso virou paixão e companheirismo. Mariane, a cap da Baby Fashion Fun, faz questão de escolher pessoalmente todos os ítens que são vendidos na loja, e posso falar? Ela nunca decepciona! É só clicar aqui www.babyfashionfun.com.br  que você vai descobrir porque o lema da BFF é moda MODERNA, DIVERTIDA E DESCOLADA. Lá você encontra roupas temáticas (desde vestidos caipiras para o São Joãoa fantasias para o carnaval), acessórios para o cabelo das princesas, babadores, sapatinhos, roupas por estação, marcas internacionais (Gap, Carter’s…), saídas de maternidade, roupa para banho de piscina e mar com proteção e FPU +50)! Ufa… você acha que acabamos por aqui? Então, se liga nas condições especiais para garantir o look do seu baby através dessa super loja:

  • Você pode parcelar a sua compra em até 3 x sem juros ou em até 18 x.
  • Compras acima de R$299 garantem o FRETE GRÁTIS para todo o Brasil!
  • Pagando as suas compras através do depósito bancário você garante 10% de desconto!
  • Nas compras acima de R$199 você ganha um brinde surpresa!

Agora, que tal dar uma olhadinha nos looks fofos que separamos para vocês? 😀

image

image

image

image

image

image

image

 

image

image

image

image

image

image

image

image

Essas são apenas algumas das muitas opções de roupinhas, acessórios e sapatinhos fofos que a gente encontra lá na Baby Fashion Fun. Não deixa de dar uma passadinha por lá e comprovar que esse novo parceiro do Mãezice é de ARRASAR! 🙂

Conecte-se com a Baby Fashion Fun

Loja Online: www.babyfashionfun.com.br

Instagram: @babyfashionfun

FanPage: www.facebook.com/babyfashionfun

Espero que vocês tenham curtido a loja, assim como eu adoro e indico de olhos fechados.

Beijos,

Ananda Urias
ananda@maezice.com.br
Curta nossa FanPage: Mãezice
Instagram e Snapchat: Maezice

Grupo no facebook Mãezice

 

Sobre ser mãe solo

As pessoas não entendem os sentimentos que permeiam uma mãe solo. Essa é apenas mais uma daquelas situações que o mundo está cansado de ver, mas se recusa a compreender.

“Nossa, coitada! Foi rejeitada e isso deve doer!”, “ela deve sofrer, né?”, “não ter o pai presente deve ser difícil…”, são apenas algumas das frases que costumo escutar e me calar. O meu silêncio gera dentro de mim uma dor inexplicável e um sentimento de culpa avassalador. DOR e CULPA, se no dicionário tivesse uma tradução perfeita para a maternidade solo, essas seriam as palavras escritas por lá.

Como posso amar tanto o meu filho e do lado de lá, nem um pouquinho de bons sentimentos existir?
A sociedade não nos questiona sobre o tamanho da responsabilidade, não nos vangloria pela grande força exercida em tal missão, mas nos julga pela omissão paterna. Mas… Que culpa eu tenho?

Sociedade, não aceito mais essa culpa para mim. Fiz e faria tudo de novo, se o resultado de tanta batalha trouxesse o meu bem mais precioso. Um filho nos faz superar tantas dores, mesmo que a culpa ainda esteja presente em nossos pensamentos.

O filho de uma mãe solo é um filho de uma mãe qualquer… Com a diferença de que sua mãe irá sempre se esforçar em dobro para que amor nunca falte.

Nossos filhos merecem ser livre, amar a quem bem entender, viver sem amarras e prisões. Essa liberdade incomoda, mas por aqui é sempre assim que vai ser! ❤️

Texto: Ananda Urias

Silicone atrapalha na amamentação?

Essa é uma pergunta que me fiz por muito tempo. A minha primeira experiência com a amamentação, há 7 anos, foi incrível. Não sofri com fissuras, pouca produção e nem com dificuldade na pega! Na época, sabia que eu tinha praticamente ganho na lotéria materna, afinal são poucas as mulheres que vivem uma experiência dessas. Quando a minha filha completou dois anos, resolvi colocar silicone para me sentir melhor com o meu corpo.

Procurei um dos melhores cirurgiões plásticos de Recife e inserimos 300 ml de silicone por BAIXO do seio e atrás do muscúlo. Eu jurava que não teria outro filho, mas o meu médico sabia que pela minha pouca idade, a chance de engravidar novamente era grande. Pronto! Dito e feito, 3 anos e alguns meses depois eu estava grávida novamente. Assim que Alice nasceu, TODOS os problemas com a amamentação aconteceram de uma só vez! Graças as Enfas Corujando (consultória em enfermagem materno infantil) algumas dores foram amenizadas, mas por mais que eu tentasse eu não conseguia alimentar Alice de forma exclusiva. Um baque, um momento difícil, uma confusão de sentimentos e uacima de tudo, uma busca incansável pelo ‘culpado’.

Será que a culpa foi do silicone? Pensando nisso, chamei as Enfas Corujando para gravar um vídeo para o blog explicando um pouco mais sobre a relação AMAMENTAÇÃO  x SILICONE. E aí, Patrícia, o silicone realmente pode atrapalhar a amamentação? Aperta o play e descubra!

Hoje, acredito que o silicone tenha sim atrapalhado no meu processo de amamentação. Não porque foi colocado da forma errada, mas porque o VOLUME do silicone + leite (meu peito ficou imenso!) foi demais para Alicinha. Ela, que já é preguicinha para comer por natureza, tinha muita dificuldade na pega e precisava fazer um esforço muito grande para se alimentar.

Se você está pensando em engravidar em um futuro próximo e deseja colocar silicone antes de ter seu bebê, ai vai um conselho pessoal: tenha todos os seus filhos, para depois realizar de uma única vez o que você deseja para o seu seio. Coloquei silicone em 2011 e agora em 2016, vou precisa passar por uma mastopexia para reconstruir as mamas! Ou seja, tive dois custos altos! 😛

Vale a pena dizer que, de acordo com os médicos, o que ‘derruba’ um seio (hahaha) é o alto ganho de peso durante a gestação e também a propensão da pele (que vai de mulher para mulher). Se você deseja pôr silicone, procure um médico competente que te auxiliará na melhor decisão! 🙂

Espero ter ajudado vocês.

Beijos,

Ananda Urias
ananda@maezice.com.br
Curta nossa FanPage: Mãezice
Instagram e Snapchat: Maezice

Grupo no facebook Mãezice

Filho, um amor que salva

Ele me salvou. Me salvou de mim mesma! Me salvou do egoísmo, da solidão, do medo da vida.

Me deu o amor, o medo da morte, a força necessária para seguir em frente sem olhar para trás.

Ele me deu um novo coração, me ensinou a sorrir mesmo quando tudo era feito para chorar.

Me deu fé na vida. Me fez conhecer profundamente o pior das pessoas, mas com o seu melhor seguiu me mostrando que algumas pessoas continuariam valendo a pena. Não me deixou desistir. Me fez crescer em 9 meses, 9 anos. Me perdoou pelos meus erros, me amou mesmo assim.

Desde que ele nasceu, acordo em busca desse sorriso, vivo com um coração fora do peito.

Ele nasceu para que eu renascesse em mim. Entre prantos, ansiedade e temores morava em minha barriga um amor gigante assim.
Desde que ele nasceu, as palavras perderam o sentido E O amor se fez novo.

Texto: Ananda Urias
Beijos,

Ananda Urias
ananda@maezice.com.br
Instagram e snapchat: maezice
Fan Page: Fb.com/maezice
Youtube.com/maeziceblog
Grupo no Facebook Mãezice

Receita fácil – bolo de cenoura de liquidificador

Vocês já devem ter reparado que a maioria das minhas receitas de bolo são feitas no liquidificador, né? Simples, eu não tenho (e não tenho a pretenção de ter) uma batedeira em casa, gosto de coisas rápidas e que fiquem prontas ao mesmo tempo que eu estou fazendo outras tantas coisas. Porque na cozinha eu sou exatamente essa pessoa: faço arroz, feijão, carne, bolo, sobremesa baby, legumes… tudo ao mesmo tempo. Então, aqui em casa PRATICIDADE É PALAVRA DE ORDEM. Não me venha com aquelas receitas que precisam bater claras em neves, porque simplesmente elas não se encaixam na minha rotina doida do dia a dia.

Agoraque vocês já sabem que essa é mais receita fácil de fazer, que tal começar dizendo que esse bolo é comer rezando? Gente, sem dúvidas um dos mais gostosos que eu já fiz na vida. E se você ainda quiser encrementar, pode colocar uma cobertura de brigadeiro em cima! Hummm… 🙂

Mas vale a pena lembrar que esse é um bolo que contém AÇÚCAR, e que como eu liberei açúcar de leve para Alice ele condiz com a alimentação de todo mundo aqui em casa. Se você ainda não liberou açúcar, uma boa opção é fazer a substituição do açúcar por uva passas, canela ou tâmaras. Dada a dica, vamos aos ingredientes!

INGREDIENTES

  • 3 Cenouras médias raspadas e cortadas (usei duas grandes)
  • 3 ovos
  • 1 xícara de óleo
  • 1 1/2 de açúcar (uso o demerara)
  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • 1 pitada de sal

COMO FAZER

  1. Pré aqueça o forno;
  2. Bata no liquidificador todos os ingredientes, mas vá acrescentando aos poucos a farinha de trigo.
  3. Unte uma forma com manteiga e farinha de trigo e despeje todo o bolo na forma
  4. PRONTO. O ponto do bolo é o bom e velho ‘colocou a faca na massa e a faca saiu limpa’, seu bolo tá pronto para ser devorado.

Essa é apenas uma das tantas receitinhas práticas e gostosas que temos por aqui! Essa é uma receita incrível para o lanchinho da manhã ou da tarde das crianças, ou aquele cafézinho a tarde com a família toda reunida.

Beijos,

Ananda Urias
ananda@maezice.com.br
Curta nossa FanPage: Mãezice
Instagram e Snapchat: Maezice

Grupo no facebook Mãezice

 

Lara responde aos 7 anos

Vocês pediram e está no ar o vídeo mais engraçado dos últimos tempos! 🙂 O Lara Responde já está no nosso canal do youtube, mas eu tenho certeza de que vocês também vão amar conhecer um pouco mais sobre Larinha!

Vem com a gente! Ah, e não esquece de se inscrever no nosso youtube. Toda semana, vídeos exclusivos para vocês.

Quer conhecer um pouco mais sobre a história de como eu tive Lara aos 21 anos de idade e como foi encarar o desafio de ser mãe solo? Clica aqui. 

Beijos,

Ananda Urias
ananda@maezice.com.br
Curta nossa FanPage: Mãezice
Instagram e Snapchat: Maezice

Grupo no facebook Mãezice