Benefícios do banho de ofurô no bebê

Benefícios do banho de ofurô no bebê

A nossa primeira experiência com o ofurô aconteceu quando Alice tinha apenas 5 dias de vida. Estávamos atravessando um período complicado: noites em claro, amamentação desandando e muito estresse, até que fomos apresentados ao banho de ofurô. Logo ali, no primeiro contato, tive certeza de que tinha encontrado um grande aliado para os primeiros meses da minha pequena. Esse post traz informações sobre a técnica e muito sobre a nossa experiência.

1

  • Por lembrar o ambiente ultra interino, o bebê fica completamente relaxado e em alguns momentos chega a dormir no meio do banho;
  • Combate as gases, comum nos primeiros três meses de vida;
  • Auxilia na constipação;
  • Te ajuda a criar a rotina do sono;
  • O banho é um dos maiores estruturadores de apego e vínculo entre pais e filhos. 

baldinho
De acordo com os especialistas, o banho perfeito começa com a escolha do baldinho.

  1. Se o seu bebê é recém nascido, vale a pena investir em um baldinho pequeno (até aquele que compramos para lavar as roupinhas do bebê servem, mas devem ser exclusivos para os banhos dos pequenos!).
  2. Já no primeiro ou segundo mês já podemos fazer uso do baldinho tradicional de ofurô (que vende nas lojas de bebê por menos de 40 reais).
  3. Para as crianças ainda é possível encontrar baldes de ofurô para até 4 anos.

Aqui em casa, compramos o balde número dois da marca Sanremo e ele nos acompanhou até os 5 meses de vida de Alice. Ele é resistente e valeu cada centavo! Apesar de termos começado o banho com apenas 5 dias de vida e ela não caber da forma ideal dentro desse balde, escolhi não investir em outro ofurô porque tinha realizado a compra ainda no enxoval. Se você ainda está grávida, vale a pena ler abaixo as dicas para oferecer ao seu bebê o banho de ofurô perfeito para o recém nascido.recem

  • Invista em um ofurô pequeno;
  • Aprenda a fazer charutinho com a fraldinha de pano, porque assim ele vai se sentir ainda mais se
    guro e confortável dentro do ambiente aquático (remetendo ao útero) – veja imagem abaixo;
  • deixe o ambiente em uma luz baixa e com música de ninar instrumental;
  • a temperatura ideal da água é de 36 ou 37 graus;
  • não coloque na água nenhum produto de higiene do bebê, esse não é um banho para limpar: invista no banho relaxante;
  • Inicie o banho pelo menos 20 minutos antes do horário da mamada, para que ele não esteja com fome no meio do banho;
  • envolva o seu bebê no charutinho e coloque-o dentro do ofurô segurando pelo pescocinho com cuidado, agora é só relaxar e curtir o momento junto com o seu bebê.charutinhos

primeiroAssim que você perceber que o baldinho de recém nascido está ficando pequeno para o seu bebê, use o balde do tamanho tradicional. Agora, já não é mais necessário ficar dentro do charutinho, mas a escolha será sua! O charutinho, também conhecido como quarto trimestre de gestação ou gestação fora da barriga, ainda garante segurança ao seu bebê. Aqui, utilizamos o charutinho apenas nos primeiros banhos e logo em seguida conquistamos com Alice a total segurança dentro do ofurô.

  • Invista em um ofurô tradicional;
  • Fazer o charutinho até o terceiro mês fica a sua escolha;
  • deixe o ambiente em uma luz baixa e com música de ninar instrumental;
  • a temperatura ideal da água é de 36 ou 37 graus;
  • não coloque na água nenhum produto de higiene do bebê, esse não é um banho para limpar: invista no banho relaxante;
  • Inicie o banho pelo menos 20 minutos antes do horário da mamada, para que ele não esteja com fome no meio do banho;
  • coloque-o dentro do ofurô segurando pelo pescocinho com cuidado, agora é só relaxar e curtir o momento junto com o seu bebê.

nossa2
Se você está sonhando com uma noite mais tranquila para o seu bebê, invista em um banho relaxante de ofurô antes da última mamada da noite. Realize TODO DIA, o banho de ofurô na mesma hora e depois de um tempo, o bebê já vai entender que aquele momento faz parte da sua rotina de relaxamento e que em seguida ele vai mamar e dormir. Aqui em casa, o banho de ofurô fez parte da nossa rotina noturna durante 5 meses ininterruptos e em vários momentos, esse momento nos salvava da agonia da cólica, do mau estar da constipação (principalmente quando começamos a complementar com leite artificial) e dos picos de crescimento.

nossa1

O primeiro banho de Alice foi aos 5 dias de vida, envolta em um charutinho de fralda, com luz baixa, ao som de músicas cantadas e muita emoção. Logo depois do banho, ela comeu e dormiu por horas. Ali eu entendi porque todo mundo falava tão bem sobre o tal do ofurô. Eu já tinha garantido o meu baldinho, mas não sabia que poderia realizar o banho nela ainda tão pequena e indefesa! É aí que muita gente perde a oportunidade de garantir noites mais tranquilas e mais segurança para o bebê: o banho de ofurô pode ser dado nos primeiros dias de vida sem medo.

Nossa rotina diária com o banho do ofurô nos auxiliou a criar uma rotina de sono e começava às 18h30! 

  • primeiro passo: levava Alice para o trocador, onde realizava a limpeza íntima com água, sabão neutro próprio para bebê e algodão;
  • água pronta, ofurô pronto, quartinho na meia luz e celular já tocando canção de ninar instrumental, tudo pronto para o começo do nosso banho;
  • o banho durava cerca de 10 minutos
  • voltava para o quarto com Alice já sonolenta nos braços, colocava a fralda, pijama e iniciava a mamada que durava cerca de 1h30. Pronto. Alice dormia às 20h30 ou 21h todos os dias.

Aos poucos você vai perceber que o banho deixa de ser um momento em que o bebê vai dormir, e passa a ser um momento de interação entre pais e filho. Em todos os banhos de ofurô com Alice, desde o primeiro dia, eu cantava alguma música ou conversava com ela. Sempre falando em tom brando um pouco sobre o que estava acontecendo na sua vida e o que sentíamos por ela. Esse é o momento de muito amor!

Quando Alice começou a interagir no banho, era lindo acompanhar a sua evolução: algumas vezes ela conversava, outras tentava pegar a água intrigada, tantas outras tentava arrumar um jeito de beber a água…. E ela foi crescendo, crescendo até que o ofurô ficou pequeno e o banho tinha se tornado uma grande diversão.

Ao invés de investir em um balde próprio para crianças maiores, preferi buscar outras formas de banho que nos trouxesse a CRIAÇÃO de vínculo e apego necessário para darmos continuidade a nossa rotina do sono. Hoje, alternamos o banho de banheira com o banho de chuveiro e temos um resultado super positivo!

E por aí, vocês já testaram o banho de ofurô? Estão se preparando para tornar esse momento relaxante parte da rotina? Deixe o seu comentário contando a sua experiência. Ela será valiosa para alguém que, como você, está em busca de criar bons momentos com o bebê.

Beijos
Ananda Urias
ananda@maezice.com.br
Instagram, Snapchat: Maezice
Fan Page: Mãezice

Ananda Urias
Partilhar:

4 Comentários

  1. Thamyres Lins
    18 de Janeiro de 2016 / 16:15

    Esclareceu muito minhas dúvidas, mas ainda fico receosa em segurar minha bebê pela cabecinha dela kkkkkkkkkkkkk… Adorei as dicas! Quando ela nascer farei com certeza. Nada deve ser melhor do que o bem estar dos nossos pequenos.

    😉

  2. Renata mãe da Carol
    20 de Janeiro de 2016 / 03:14

    Tinha tentado com a minha princesa Carolina e não deu certo, agora ela está com 45 dias, segui suas dicas e deu super certo! Ela amou, relaxou tanto que quase dormiu la dentro… Obrigada por compartilhar!! Beijos!!

  3. Josi
    20 de Janeiro de 2016 / 08:14

    Tô encantada… Não vejo a hora de ter minha bebê nos braços e poder dar início a toda essa aventura de mãe!! <3

  4. HILDA
    26 de junho de 2016 / 19:35

    AMEI AS DICAS…..
    QUANDO MEU BEBÊ NASCER VOU FAZER NELE MEU PEQUENO MATIAS….
    SONHO SEMPRE COM ESSE DIA ….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *