Eu não quero ser uma mãe perfeita

Eu não quero ser uma mãe perfeita

Filho, eu não quero ser perfeita. Espero que vocês me entendam… Mas eu quero apenas ser eu mesma. Tenho muitos defeitos difíceis de “engolir”, cometi alguns erros imperdoáveis, chorei quando deveria sorrir, não soube agir com maturidade em todos os momentos necessários: algumas vezes, apenas sentei e sofri.

Todos os dias, acordo querendo superar os meus erros, mas mal ponho os pés para fora da cama que percebo que tenho apego a liberdade de continuar sendo exatamente quem sou. É essa liberdade que me traz felicidade!

Imagina, filho, como seria chato o mundo se todos nós fossemos iguais…

Você não teria a mania de puxar os meus cabelos, gritar em pé no berço pelos meus afagos, acordar de madrugada só para receber o meu carinho, me fazer ir para a cozinha preparar pratos diferentes e deliciosos na tentativa quase que vã de te agradar.

Você não beliscaria os meus braços com seus dedinhos minúsculos, não subiria em minhas pernas quando pede aconchego. Não dormiria em meus braços nos dias de insônia…

Não desobedeceria as minhas ordens, não ignoraria os meus pedidos, não me faria contar até 3 para te fazer cumprir os nossos tratos. Não correria para me abraçar ao chegar do colégio, não atropelaria as minhas pernas só para chegar mais rápido nos meus braços… Não me pediria para te pôr na cama com olhinhos carinhosos e não me contaria os teus segredos mais secretos.

São os meus erros que me fazem refletir sobre a mãe que quero ser para você.
Ao invés de perfeição, quero te dar a oportunidade de ser quem és, sem amarras, sem cartilhas. Amarei os teus defeitos e imploro, desde já, que perdoe os meus…

Não tenho a intenção de ser perfeita e, ainda assim, posso te garantir que tu és a melhor parte de mim.

Texto: Ananda Urias

Beijos,
Ananda Urias
Redes sociais: maezice

Ananda Urias
Partilhar:

2 Comentários

  1. Lana Motta
    1 de Abril de 2016 / 09:32

    Como a Laroca ta LINDAAAAAAAAAAAAAAA.

  2. Jodiléia Dutra
    18 de julho de 2016 / 16:20

    Maravilhoso!!! Obrigada por compartilhar conosco seus textos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *