Filho, um amor que salva

Filho, um amor que salva

Ele me salvou. Me salvou de mim mesma! Me salvou do egoísmo, da solidão, do medo da vida.

Me deu o amor, o medo da morte, a força necessária para seguir em frente sem olhar para trás.

Ele me deu um novo coração, me ensinou a sorrir mesmo quando tudo era feito para chorar.

Me deu fé na vida. Me fez conhecer profundamente o pior das pessoas, mas com o seu melhor seguiu me mostrando que algumas pessoas continuariam valendo a pena. Não me deixou desistir. Me fez crescer em 9 meses, 9 anos. Me perdoou pelos meus erros, me amou mesmo assim.

Desde que ele nasceu, acordo em busca desse sorriso, vivo com um coração fora do peito.

Ele nasceu para que eu renascesse em mim. Entre prantos, ansiedade e temores morava em minha barriga um amor gigante assim.
Desde que ele nasceu, as palavras perderam o sentido E O amor se fez novo.

Texto: Ananda Urias
Beijos,

Ananda Urias
ananda@maezice.com.br
Instagram e snapchat: maezice
Fan Page: Fb.com/maezice
Youtube.com/maeziceblog
Grupo no Facebook Mãezice

Ananda Urias
Partilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *